Abra os olhos e feche a boca!

Com esta idéia, o grupo de Belo Horizonte deu o tom ao evento do
Dia Mundial da Alimentação.
********
Foi intensa a participação do público que sentiu-se engajado na campanha
como agente multiplicador. Alguns fizeram até pose com os
guias de transgênicos.
********

"Meu arroz? Transgênico? NUNCA!", disse um dos consumidores
que aderiu ao trabalho do Greenpeace.
********
Os produtos expostos causaram um impacto enorme, pois o apelo visual
dos mesmos despertaram muita curiosidade nas pessoas.
A vantagem dos óleos com o símbolo (minúsculo) do "T" de transgênico
também serviu como ilustração para a explicação do guia.

********

Os transeuntes paravam para ver o que estava acontecendo e
tomavam conhecimento da razão de estarmos realizando a atividade.

********

Voluntária explica conteúdo do guia para consumidora.

********

Conseguimos informar, distribuir guias, conversar com o público
de forma consistente. O resultado foi excelente tanto qualitativa
quanto quantitativamente.
********

6 comentários:

Anônimo disse...

Que legal as fotos e os comentários!
Agora é continuar ligado para impedir a entarda de arroz transgenicos....
Parabens pela atividade!
Bjs
M Claudia

Anônimo disse...

sou a favor dos transgenicos, e até hoje ninguem conseguiu me provar o contrário.

Richard R. La Santrer disse...

Parabéns ao voluntários e ao público que participaram da Campanha!(Pena que não pode participar).

''Agora todos irão ficar COM OS OLHOS ABERTOS E COM A BOCA FECHADA!!!''

Parabénsss... A todos!

gabi disse...

Muito bacana - parabéns pra todo mundo por aí! Ficou show!

Beijo,
Gabi Vuolo

Rosi disse...

Oi colegas de Belo Horizonte

Parabéns pela atividade, bem legal!!!

Muito bom esclarecer a população.

Beijos do grupo de São Paulo...uaiii!!!

Rosi ventura
Coord, grupo Sampa

Suelen disse...

Uma pena o "Anônimo" aí dos comentários não ter deixado um e-mail de contato para podermos explicar a ele o porquê dos transgênicos serem ruins...

Depois que ele entendesse nossas razões, com certeza seria mais um agente multiplicador da informação!

Fica aí o convite, Sr. Anônimo: venha conversar com a gente!

Beijos.

Suelen.